Username:
Password:

Esqueceu-se da password?


 
 
facebook Cepa hi5 Cepa
 
Arqueologia
Vilar Formoso ascendeu à categoria de Vila em 1988. Antes de pertencer ao concelho de Almeida fez parte do concelho de Castelo Bom, extinto em 1834. Após a integração de Portugal na CE, a Vila ressentiu-se com o encerramento das várias Agências de Despachantes, já que dela dependiam centenas de famílias. Sendo uma Vila do interior sofre também as consequências do êxodo rural.
Do seu património arquitectónico destacamos a Igreja Paroquial que data do Séc. XIII a XIV, e deve-se à intervenção dos Templários assim como a Igreja de N.ª Senhora da Paz. A Igreja Paroquial conserva um belo tecto Mudejar em policromo da Capela-Mor e uma Pia Baptismal monolítica. A belíssima estação do caminho-de-ferro é a sala de visitas, e foi alvo de excelentes trabalhos de investigação publicados no jornal da Terra e no “Praça Alta”, da autoria do Professor Doutor José Gonçalves. Conjuntamente com os quadros em relevo da Alfandega são alguns dos principais monumentos.

A testemunhar que outras comunidades por aqui se estabeleceram, existiam algumas estações com sepulturas antropomórficas que foram destruídas com a construção de habitações e da via rápida. O facto de terem existido tantas estações com sepulturas, próximas uma das outras é muito provável que tenham pertencido a uma só necrópole.

No “Caminho de Galegos” no limite NNE da povoação, a vinte metros do acesso ao Parque TIR,num local de mistura de zona granítica com alguns lameiros de pastagem, encontramos três sepulturas com configuração antropomórfica, estando uma parcialmente destruída.

 
Comentar
Nome:
Comentrio:
Cdigo
 

No existem comentrias nesta pgina